A importância de se auditar os processos de participação

154 0
Compartilhe:

Os processos participativos nas entidades associativas podem ser um momento de ampliação do marketing associativo, e é isto que nós buscamos sempre na RelataSoft.

É comum, no entanto, que as entidades, sejam elas cooperativas, sindicais, de classe, de auto gestão em saúde, de gestão dos fundos previdenciários, ou até mesmo as desportivas, tenham investido pouco tempo, esforço e recursos na criação de um sistema participativo à altura de seus interesses e planos organizacionais.

A cultura brasileira de participação é extremamente voltada à disputa política. Mas, até para que esta última possa se perfazer, é necessária a criação de espaços mínimos de consenso, em que, por exemplo, estabeleçam-se normas e regras claras para os eventos de participação, quer sejam eles assembleias, audiências públicas, eleições, ou qualquer outro tipo de votação.

A auditoria pode ajudar e muito a criação e a ampliação desses espaços de consenso, desde que seja efetuada desde a fase de planejamento do processo participativo.

Aliás, a prestação de serviço de todos os contratados terceirizados deve estar claramente definida pelo modelo de auditagem, de tal forma que sua auditoria seja efetiva, veloz e o mais simples possível.

A RelataSoft participa das atividades de planejamento, assessoria, e auditoria de processos eleitorais. Quando conduzido o processo pela RelataSoft, agimos na qualidade de auditoria interna ao processo, em contato direto, se necessário, com a auditoria externa.

Claro, estamos também disponíveis seja para realizar serviços de auditoria externa naqueles processos de participação conduzidos por terceiros, bem como para auxiliar grandes auditorias, mas que não são especializadas em auditoria eleitoral ou de processos participativos.

Auditorias a posteriori simplesmente não nos interessam comercialmente. As percebemos como caras para o cliente e pouco efetivas, do ponto de vista técnico. No mais, acabam se parecendo com perícias, mas desprovidas do poder investigativo, o que, ao nosso entender, é receita de fracasso.

Pensar a auditagem como parte integral dos processos de participação é o que fazemos em relação aos processos por nós conduzidos, ou por nós assessorados. Cada ponto deve poder ser acompanhado com clareza, de acordo com metodologia de gestão de projetos. E, para cada ponto, deve haver métricas cuja mensuração facilite a compreensão por todos interessados do processo participativo.

Assessoramos as entidades independentemente de elas serem nossas clientes na área digital. Estamos à disposição de todos pelo contato@relatasoft.com.br.

Compartilhe:

Related Post

Sensibilidade na ponta dos dedos

A RelataSoft celebra o 8 de Março

Posted by - 8 de março de 2019 0
Somos uma empresa que vive de Democracia e trabalha para a Democracia usando, entre outras, ferramentas digitais: reconheçamos a contribuição…

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *